sexta-feira, 29 de junho de 2007

O dia depois de ti

O dia depois de ti... consome um silêncio vazio em tudo o que se move, inodor em tudo o que tem cheiro, e incolor a todas as cores que traziam outrora significado à minha visão. Não quero mais estar assim, preciso de te perder, para de novo me encontrar, para de novo sorrir e viver, correr e gritar, ouvir e cantar, para poder contemplar o que existe em mim para alem de ti, e não consumir-me mais em ti...
Quero tirar este luto em que transformaste a minha vida, em que deterioraste a minha alegria de ser eu, para passar a ser tu e só tu.
Não quero mais entender e não ser entendida, não quero mais ouvir e não ser ouvida, não quero estar lá mais nas tuas quedas se os meus joelhos sangram de ninguém amparar as minhas quedas, não quero mais gritos se o meu silêncio é o único grito que consigo exprimir, não quero mais encontrar-te se só me sabes perder,não quero mais amar se não sabes o que significa dar, não quero mais evitar de ser eu, quando tu não sabes ser nós.

By Claudisabel





A VIDA É UMA GUERRA FEITA DE PERDAS E GANHOS... POR VEZES HÁ QUE SE SABER PERDER, PARA SE GANHAR...

3 comentários:

Sereníssima disse...

Ai que lindo o seu blog ! Escolheste muito bem as imagens e o jeito que escreves é adimirável =)

Parabéns Guria

Marcela disse...

Adorei a música é o Robson quem canta ?

Anônimo disse...

Independentemente do sitio em que me encontrar, estarei sempre presente para amparar as tuas quedas...eu sou doida mesmo e a distancia para mim torna-se secundaria ao teu bem estar =)beijinho GRANDE*